SocGen faz emissão de ações para levantar US$7,97 bi

O Société Générale, o banco francêsabatido por um escândalo de fraude financeira, lançou nestasegunda-feira uma emissão de ações com desconto elevado edireitos de subscrição visando levantar 5,5 bilhões de euros(7,97 bilhões de dólares). A emissão de uma para cada quatro ações precificada em47,50 euros por ação está 38,9 por cento abaixo do preço defechamento dos papéis na sexta-feira e dilui o capitalacionário em cerca de 20 por cento. O SocGen anunciou planos de aumento de capital em 24 dejaneiro, após informar um prejuízo de 4,9 bilhões de euros comperdas em operações financeiras. Jerome Kerviel, o operadoracusado pelas negociações, foi preso na sexta-feira. O desconto é maior que a previsão do mercado, de até 30 porcento. "O preço está muito baixo... Como eles não podem perderesse negócio, eles decidiram colocar bem baixo", disse oanalista do Landsbanki Kepler Pierre Flabbee. Um representante do banco disse que o desconto visagarantir uma operação com êxito em meio à volatilidade dosmercados. "É um preço muito, muito baixo. Reflete a falta de demandado mercado", afirmou um operador de um banco estrangeiro emParis. As ações do banco, que chegaram a cair 6 por cento maiscedo, operavam em queda de 2,71 por cento, a 75,61 euros, às8h20 (horário de Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.