Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Société confirma interrogatório de novo envolvido no caso

O banco francês Société Générale confirmou que um funcionário que trabalha para a corretora Fimat, uma unidade de corretagem do banco francês, é interrogado hoje pela polícia francesa. Mas um porta-voz do banco evitou dar detalhes do caso.No início da manhã de hoje, a polícia disse que um outro corretor do Société tinha sido preso e que estava sendo interrogado sobre ligações com o operador fraudador Jérôme Kerviel. Este último é acusado de gerar, por meio de transações não autorizadas, uma perda de 4,8 bilhões de euros ao Société, o segundo maior banco da França.O funcionário detido hoje, cujo nome não foi revelado, é suspeito de ter conhecimento das transações não autorizadas feitas por Kerviel, de acordo com o jornal francês Le Monde. O Société Générale está cooperando totalmente com as investigações, segundo o porta-voz. As informações são da Dow Jones.

PATRÍCIA FORTUNATO, Agencia Estado

08 de fevereiro de 2008 | 10h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.