Solo bem cuidado gera economia, aumenta renda e contribui com o planeta
Conteúdo Patrocinado

Solo bem cuidado gera economia, aumenta renda e contribui com o planeta

O condicionador de solos orgânico Ecosolo®, da Ambipar, permite aumentar a produtividade no campo e pode abrir as portas para mercados que valorizam a agricultura regenerativa

Ambipar, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

28 de julho de 2021 | 07h30

Atividades ligadas à agropecuária têm sido apontadas por estudiosos de diferentes países como uma das possíveis armas para conter as emissões de gases do efeito estufa, contribuindo com a atenuação das mudanças climáticas. A solução vem do solo, que, sob o manejo adequado, pode fazer o sequestro do carbono de forma mais eficiente do que as florestas.

A Ambipar, multinacional brasileira líder em serviços e produtos dedicados à gestão ambiental para diferentes segmentos, trabalha há mais de 15 anos em pesquisa, desenvolvimento e comercialização para esse tipo de solução de baixo carbono voltada à agricultura regenerativa.

Hoje, a empresa tem em seu portfólio o Ecosolo®, um condicionador de solo capaz de melhorar a retenção de água na terra, promovendo o desenvolvimento de microrganismos e aumentando a produtividade de diferentes culturas. Sua aplicação já mostrou eficácia em diferentes culturas no Estados do Paraná e Santa Catarina, onde o produto já vem sendo utilizado.

Além da contribuição para o aumento de produtividade e a redução dos custos de produção, o Ecosolo® promove o sequestro de CO2 por meio de processos químicos gerados a partir da ação dos microrganismos presentes no solo. O produto de economia circular, que reaproveita matéria orgânica de resíduos, conta com o registro no Ministério da Agricultura (Mapa) e aprovação como insumo para a agricultura orgânica pelas certificadoras IBD e Ecocert.

Mudanças no uso e no manejo do solo podem colaborar com a redução das emissões dos gases responsáveis pelo efeito estufa e regenerar a matéria orgânica do solo, além de estimular o crescimento das plantas. É o caso das gramíneas que contaram com a aplicação do Ecosolo® para a alimentação de gado leiteiro.

Assim como ocorre com a soja, o milho e as leguminosas, a aveia (Avena sativa) e o azevém ( Lolium multiflorum) cultivados com o condicionador da Ambipar crescem com desenvolvimento radicular exuberante e se desenvolvem diminuindo o intervalo de pastoreio. Isso se deve ao seu alto poder de rebrote, propiciando maior fonte de alimento aos animais com menores períodos.

Em algumas pastagens, é possível observar um incremento em até 50% de produtividade com o uso do Ecosolo®. Com o terreno mais equilibrado, a pastagem volta a ter folhas novas na metade do tempo, o que impacta positivamente na valorização e qualidade do leite.

“Para o produtor, que tem de conviver com o aumento dos custos no inverno devido à redução de oferta de alimento aos animais e à complementação com rações e silagens, esse tipo de solução tem um papel muito importante”, detalha Claudio Vitovski, engenheiro-agrônomo do Programa de Agricultura Regenerativa da Ambipar.

O ganho adicional obtido com o uso do Ecosolo® pode ir além da redução dos custos. Os produtores rurais têm a possibilidade de obter ganhos adicionais em negociação com a agroindústria, onde seu produto é priorizado no mercado internacional — por causa de contribuição ambiental graças ao sequestro de carbono e às certificações orgânicas do Instituto Biodinâmico (IBD) e do Ecocert. 

“Características como essas são cada vez mais valorizadas pela indústria e pelos consumidores, que têm buscado formas de contribuir com um planeta mais sustentável”, explica Bianca Ayres, diretora executiva de Iniciativas de Carbono da Ambipar.

A executiva cita o exemplo de agroindústrias como laticínio, processamento de alimentos e de café. “Já percebemos o interesse desses negócios em monetizar de forma diferenciada os fornecedores que buscam investir em formas de diminuir e regenerar a natureza com manejo sustentável.” O anúncio da presidente da Comissão Europeia, no ultimo dia 14, sinalizou a criação da taxação de carbono sobre produtos importados e quem sair na frente com a produção descarbonizada terá privilégios de mercado.

Quem também pode aderir ao Ecosolo® são as geradoras de resíduos. Isso porque o produto é obtido a partir da biodegradação assistida de resíduos orgânicos industriais. Ao destinar esse material para o seu beneficiamento e um novo uso, dessa vez como condicionador de solo, as empresas conseguem se inserir em cadeia de valor de baixo carbono e no conceito de economia circular – uma das expertises da Ambipar em uma área cada vez mais valorizada por investidores, consumidores e no ambiente de negócios.

Hoje, a Ambipar é responsável por economia circular de toda a cadeia de valor. O volume anual de produção do Ecosolo®, em torno de 300 mil toneladas, é uma das muitas contribuições de soluções de baixo carbono que a Ambipar agrega na caminhada do Brasil para a descarbonização.


Principais características do Ecosolo®

Ecosolo® é composto por 45% de matéria orgânica e sua aplicação é como cobertura ou incorporado ao solo. Estabilizado no seu processo de produção, o condicionador não emite gases.

No solo, atua juntamente com os microrganismos, contribuindo com o aumento da CTC (Capacidade de Troca Catiônica) e da CRA (Capacidade de Retenção de Água) e prolongando a  fertilidade e nutrição das plantas, o que impacta na redução de custos de produção.

A proliferação de microrganismos contribui com a humificação e a fixação do carbono (sequestro) no solo, como consequência do adensamento de vegetação realizando fotossíntese.

Um pasto vigoroso com aplicação de Ecosolo® tende a contribuir com a regulação de valor do mercado leiteiro ao disponibilizar pastagem mesmo na estação de inverno.

A regeneração do solo advinda da incorporação  do Ecosolo® permite uma produção agrícola de baixo carbono, diferenciando agricultores na cadeia de fornecedores para indústrias.

O Ecosolo® revigora o enraizamento das plantas e promove o desenvolvimento robusto vegetativo, diminuindo o intervalo de pastoreio devido ao elevado poder de rebrote propiciado com as técnicas de agricultura regenerativa.

A Ambipar está em processo de geração das unidades de carbono certificadas com as propriedades rurais parceiras do seu programa.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.