Sonae Sierra pode captar até R$ 777,7 mi em IPO

A empresa de shopping centers Sonae Sierra Brasil pode levantar até R$ 777,7 milhões em sua abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) na BM&FBovespa. A companhia, que tem como principais sócios a americana Developers Diversified Realty e a portuguesa Sonae Sierra, planeja emitir 21.739.130 ações ordinárias em distribuição primária (quando são lançadas novas ações e o dinheiro arrecadado vai para o caixa da empresa), conforme prospecto divulgado ontem.

, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2011 | 00h00

Se considerado o teto da faixa de preço por ação estimada pelos coordenadores da oferta, que é de entre R$ 21,50 e R$ 26,50, a emissão pode resultar em cerca de R$ 576,1 milhões.

A operação pode ser acrescida ainda de lotes suplementar e adicional com, respectivamente, 3.260.869 e 4.347.826 ações. Com isso, a oferta pode somar um total de cerca de R$ 777,7 milhões. Investidores de varejo podem participar da oferta com aporte de no mínimo R$ 3 mil e no máximo R$ 300 mil. Os investimentos que superarem este valor serão enquadrados na oferta institucional.

O período de reserva das ações vai de 24 a 31 de janeiro. A fixação do preço por ação ocorre em 1o de fevereiro e os papéis da Sonae Sierra começam a ser negociados na Bovespa dois dias depois. A oferta é coordenada pelos bancos Credit Suisse (líder), JPMorgan e Itaú BBA e conta ainda com Espírito Santo Investment Bank e Banco Caixa Geral Brasil. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.