Sony anuncia lucro de US$ 492 milhões no trimestre

A Sony, segunda maior fabricante de produtos eletrônicos e de consumo do mundo, anunciou esta manhã um alto lucro no primeiro trimestre fiscal, respaldado pela recuperação de seus negócios com eletrônicos e de sua unidade de entretenimento, que foi beneficiada pelo sucesso de produtos relacionados ao personagem "Homem Aranha". Mostrando uma surpreendente resistência aos impactos da variação cambial, a gigante japonesa manteve intactas as suas projeções de lucro para o grupo no ano fiscal completo de 2002, ao mesmo tempo em que trabalha com uma projeção de iene mais forte para o atual período fiscal, que se encerra em março de 2003. A perspectiva da Sony de lucro operacional de 280 bilhões de ienes (US$ 2,40 bilhões) foi feita com base em uma cotação de 115 ienes por dólar. Anteriormente, a Sony tinha feito suas projeções considerando um câmbio de 130 ienes para o ano fiscal de 2002. Nos três meses encerrados em junho, a Sony auferiu lucro de 57,2 bilhões de ienes (US$ 492 milhões), ou 62,23 ienes por ação, uma recuperação em relação ao prejuízo de 30,1 bilhões de ienes, ou 39,26 ienes, registrado no mesmo período de 2001. O faturamento do conglomerado cresceu 5,4%, para 1,72 trilhão de ienes, registrando o melhor resultado da sua história para o período de três meses até junho. As ações da Sony, que subiram 0,2% na Bolsa de Tóquio, eram negociadas em alta de 5,4% nos negócios fechados na Alemanha. Desde 1º de janeiro, as ações da empresa cederam 12%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.