Sony faz parceria para vender videogames na China

A Sony assinou um acordo com a Shanghai Oriental Pearl Group para fabricar e vender os videogames PlayStation na China.

AE, Agencia Estado

25 de maio de 2014 | 23h25

Em documento apresentado à Bolsa de Valores de Xangai, a estatal Shanghai Oriental Pearl anunciou que o acordo levará à criação de duas joint ventures na zona de livre comércio de Xangai. A Sony terá 49% de participação em um desses negócios e 70% no outro.

Em setembro do ano passado a China removeu a proibição para a venda de videogames, que já estava em vigor há mais de uma década, mas Pequim disse que as empresas estrangeiras podem vender consoles e jogos somente se operarem na zona de livre comércio de Xangai. No mesmo mês, a Microsoft investiu US$ 237 milhões em uma joint venture com a BesTV New Media, uma subsidiária da estatal Shanghai Media Group, para desenvolver jogos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinasonyplaystation

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.