Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Soros aposta 22% do seu fundo na Petrobras e abre mão da Vale

Investidor compra US$ 811 mi em ações da estatal e informou que não tem mais papéis da mineradora

Cynthia Decloedt e Danielle Chaves, da Agência Estado,

15 de agosto de 2008 | 09h15

O fundo do investidorGeorge Soros comprou US$ 811 milhões  em participação na Petrobras , informou a Bloomberg News, na noite da última quinta, segundo a agência Dow Jones. A aquisição fez da estatal brasileira o maior investimento do Fund Management LCC. A participação na Petrobras representa 22% do total de 3,68 bilhões de ações e de ADRs detidos pelo fundo, disse a Bloomberg, citando documentos apresentados à Securities and Exchange Commission (SEC). Veja também:Entenda as discussões sobre as mudanças na Lei do Petróleo Valor de mercado da empresa cai quase US$ 100 bi  Perda de valor de mercado da Petrobras é o maior das AméricasMúltis atacam mudança no petróleo  Bovespa sobe 1,04%, apesar de queda de commoditiesLula diz que petróleo da área pré-sal é do povoPaís pode ter o terceiro maior campo de petróleo do mundoA maior jazida de petróleo do País Também na última quinta, Soros informou que o fundo de hedge não possui mais nenhuma participação na brasileira Vale. O Soros Fund Management havia relatado anteriormente que possuía 3,2 milhões de ADRs preferenciais e 6,6 milhões de ADRs ordinários da Vale, avaliados em US$ 323 milhões no fim do primeiro trimestre.  No documento, o fundo informou que o valor de mercado de seus ativos era de US$ 3,68 bilhões em 30 de junho, acima dos US$ 2,16 bilhões registrados no fim do trimestre imediatamente anterior. A alteração na carteira do fundo pode refletir o desempenho de seus ativos, uma mudança para investimentos que não tenham de ser informados à Securities and Exchange Comission (SEC, a CVM norte-americana) ou uma combinação dos dois. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.