SP apresenta plano para conferência sobre comércio de 2004

A prefeitura de São Paulo apresentou, na sede da ONU em Genebra, como pretende organizar, em meados de 2004, a conferência sobre o comércio promovida pela entidade e que levará à cidade quatro mil diplomatas, ministros de Estado, empresários e organizações não-governamentais (ongs) de todo o mundo. Segundo o secretário de Assuntos Internacionais da prefeitura, Kjeld Jakobson, será autorizada a reforma do Centro de Convenções do Anhembi, na zona Norte, para sediar o evento. De acordo com o secretário, a reforma custará cerca de R$ 8 milhões e começará no final do ano, podendo durar até fevereiro. As obras, porém, não incluem a ampliação do centro de convenções, mas sua modernização e adaptação para o evento. A reunião da ONU ocorre a cada quarto anos e é organizada pela Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento e Comércio (Unctad), chefiada pelo brasileiro Rubens Ricúpero. "O evento irá ocorrer em um momento chave e sua importância aumentou desde que as negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC) começaram a passar por uma fase complicada desde a reunião de Cancún, em setembro", afirmou Ricúpero. Entre os temas principais da reunião estão a busca por uma distribuição mais igualitária dos benefícios da globalização, o desenvolvimento de estratégias para aumentar o comércio entre os países mais pobres e a busca por competitividade por parte das economias emergentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.