SP encerrou 2013 com 5,84% de inflação, diz Fecomercio

O indicador de Custo de Vida por Classe Social (CVCS), apurado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), mostra que a inflação na região metropolitana de São Paulo fechou 2013 em 5,84%, acima dos 5,15% apurados em 2012.

BEATRIZ BULLA, Agencia Estado

27 de janeiro de 2014 | 10h40

Os segmentos de alimentos e bebidas e transportes foram responsáveis por 70% do aumento registrado no período. Alimentos e bebidas subiram 8,34% ao longo do ano passado e transportes, 4,81%. Na comparação com o mês de novembro, a inflação subiu 0,90% em dezembro, alta de 0,45 ponto porcentual, também puxada por alimentos e bebidas e transportes.

No varejo, o índice de pesquisa de preços subiu 6,16% em 2013 e 0,90% em dezembro ante novembro. Na análise de dezembro ante novembro, transportes foi o segmento que teve maior impacto, com alta de 2,09%. A inflação de serviços na região metropolitana subiu 5,5% no ano e 0,91% em dezembro ante novembro.

Faixas de renda

As faixas de renda que receberam maior impacto da inflação em dezembro foram as classes D e E, mas, no ano, as classes A e B foram as mais afetadas. Na comparação com dezembro de 2012, por exemplo, o custo de vida para os grupos de faixa de renda mais alta subiu 6,02% e 5,98%, respectivamente, puxados por saúde e despesas pessoais.

Tudo o que sabemos sobre:
Fecomerciocusto de vidaSP2013

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.