SP fecha mais 14 postos que adulteravam combustíveis

A Secretaria Estadual da Fazenda de São Paulo cassou, após a operação "De Olho na Bomba", a inscrição de 14 postos de combustíveis. O motivo foi a comercialização de combustível adulterado. Sete foram fechados na capital paulista, cinco na região de Guarulhos, um na de Presidente Prudente e um na de Araçatuba. Desde o início da operação, em dezembro de 2004, já foram fechados 542 postos em todo o Estado.A fiscalização da Secretaria da Fazenda afere as bombas de combustíveis, confere os dados cadastrais dos estabelecimentos e coleta amostras do combustível comercializado, as quais são encaminhadas ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para análise. Quando é encontrada irregularidade na bomba, o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) pode lacrá-la imediatamente.A lista dos postos de combustíveis cassados está na página de internet da secretaria (www.fazenda.sp.gov.br), na opção Consulta de Postos Cassados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.