SP tem primeiro supermercado ´verde´

O mercado de flores e plantas ornamentais no Brasil movimenta em média US$ 2 bilhões e vem crescendo cerca de 20% ao ano, o que tem atraído investimentos no setor de varejo. O grupo holandês Klaas Flores e Plantas, um dos maiores distribuidores da América Latina, inaugurou ontem, na Marginal Tietê, zona norte de São Paulo, o primeiro de uma rede de dez supermercados especializados no setor. Com 9 mil metros quadrados, o empreendimento consumiu R$ 2,5 milhões, montante que o investidor espera recuperar em apenas três meses. Organizador da tradicional Expoflora, exposição realizada anualmente na cidade de Holambra (SP), o Grupo Klaas atua no Brasil há 15 anos, mas só agora decidiu entrar no mercado de varejo. Segundo o diretor da empresa, José Luiz Rodrigues, em um ano será inaugurada a segunda loja na capital e, até 2007, outras oito devem ser instaladas em cidades como Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Fortaleza e Natal. Denominado Klaas Garden, o supermercado de flores, plantas e itens de jardinagem reproduz em sua fachada a arquitetura de 12 casas típicas da Holanda, um dos maiores produtores mundiais de flores. Vai funcionar todos os dias, das 9 às 20 horas, inclusive aos domingos, e oferecerá mais de 300 espécies de plantas, a preços que variam de R$ 1 a R$ 500. O local, inspirado em mercados europeus, tem cascata artificial, jardins, estufas e em breve abrigará uma lanchonete. Foram criados até agora 60 empregos diretos e 200 indiretos. "O que estamos fazendo é equivalente ao que ocorreu na área de varejo, com a chegada de várias redes de hipermercados", compara Rodrigues. ConsumoSegundo o presidente do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), Sérgio Pupo Nogueira, o mercado mundial de flores e plantas movimenta US$ 25 bilhões ao ano. Embora represente parcela importante, o Brasil tem consumo per capita baixo. Não passa de US$ 5 ao ano. Na vizinha Argentina é de US$ 35 e, na Holanda, é de US$ 185. Com tanto espaço para crescer, lojas especializadas estão ganhando espaço no mercado. A Garden Center, no bairro da Lapa, recebe em média 8 mil pessoas por mês e metade delas efetiva compras, segundo o gerente Claudio dos Santos. Com 2 mil metros quadrados, oferece também móveis para jardins e ferramentas. A Tatuapé Garden, no bairro do Tatuapé, iniciou atividades há três anos e passou por ampliações até chegar ao tamanho atual, de 8 mil metros quadrados. Só nos fins de semana recebe cerca de 2 mil visitantes, informa o proprietário da loja, Marco Antonio Trofo.

Agencia Estado,

03 de outubro de 2002 | 09h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.