SP vai trocar ferroanel por túnel sob Estação da Luz

A construção de túnel ferroviário sob a Estação da Luz, no centro de São Paulo, deve substituir a construção de um ferroanel, obra que deveria desviar os trens de carga que passam pela cidade. O ferroanel, com custo de R$ 1 bilhão, era uma das principais obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. A divergência em torno do custo da obra de 66 quilômetros levou o governo paulista a discutir uma alternativa mais barata, de cerca de R$ 170 milhões, sem necessidade de desapropriações. A proposta conta com o apoio da MRS Logística, dona da concessão da ferrovia.?Estamos adotando uma solução mais barata?, confirma o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, José Luiz Portella. Segundo ele, a MRS deverá arcar com os custos da passagem subterrânea sob a Luz. Uma linha paralela será construída ao longo do percurso dos trens da CPTM para que os trens de carga que cortam a cidade de São Paulo deixem de circular nos trilhos dos trens de passageiros. O governo paulista vai investir mais R$ 40 milhões em ramais ferroviários para facilitar o acesso dos trens da MRS ao Porto de Santos.A segregação dos trens de carga e de passageiros faz parte do programa de investimento de R$ 16,3 bilhões do Estado para ampliar as linhas do Metrô e melhorar os trens de subúrbio. Hoje, os trens de carga de circulam pela cidade e impedem a redução do tempo de espera do trem nas linhas que passam pela Luz. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.