SPC lança cadastro nacional de consulta

Os 300 mil comerciantes filiados ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) de 15 Estados e do Distrito Federal vão contar com um cadastro nacional de consulta para facilitar os financiamentos concedidos aos consumidores brasileiros. O sistema integrado do SPC-Brasil foi lançado, ontem, pelo presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Belo Horizonte (MG), Manuel Bernardes, durante a 41ª Convenção Nacional do Comércio Lojista. "O sistema vai permitir a formação de um banco de dados nacional capaz de possibilitar a redução de inadimplência", disse. Ele explicou que com este serviço o comerciante pode obter detalhes do consumidor, como o porcentual de endividamento. O sistema de consulta ao crédito permite um link nacional. Bernardes disse que a unificação partiu de uma proposta que envolveu 25 entidades de lojistas do País. Estas CDLs fixaram o pagamento mensal de cotas para tornar o negócio viável.Fazem parte do banco de dados as câmaras de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Amazonas e Distrito Federal. São Paulo e Rio de Janeiro não integram o sistema porque conta com bancos de dados exclusivos ligados às associações comerciais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.