SPC registra maior número de inclusões do que exclusões em março

Análise feita nos dez primeiros dias do mês de março ao banco de dados do Serviço de Proteção ao Crédito Brasil (SPC Brasil) aponta que o número de inclusões de registros de pessoas físicas e jurídicas superou o de exclusões no cadastro da companhia. O SPC Brasil ressalta, porém, que a quantidade de nomes excluídos do registro (790.503) se aproxima do total verificado no mês inteiro de março de 2004, quando o volume de exclusões foi de 948.099 registros.Até o dia 10 de março de 2005, foram incluídos 805.079 registros no cadastro, número 36,68% maior que o verificado no mesmo período do ano passado (509.795). Nestes primeiros dez dias, a base de dados do SPC Brasil recebeu 4.062.118 consultas de estabelecimentos comerciais situados em todo o território nacional para análise de crédito, o que representou uma queda de 2,4% em relação a igual período de 2004, quando foram feitas 4.161.260 verificações.Com a contabilização das consultas e das inclusões/exclusões de nomes no SPC, constata-se que os brasileiros estão comprando um pouco menos neste período do ano, mas estão "limpando o nome" de uma maneira bem mais significativa."O resultado nacional que obtivemos nesses primeiros dias de março, no SPC Brasil, são muito bons para o varejo nesse momento em que viemos de um mês de queda nas vendas, como foi fevereiro, e que os compromissos assumidos pelo consumidor, no final do ano, estão vencendo simultaneamente a uma determinação de novas e mais altas taxas de juros aplicadas ao mercado", considerou, em comunicado à imprensa, o presidente do SPC Brasil, Edson Monteiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.