coluna

Carolina Bartunek: ESG, o que eu tenho a ver com isso?

''Sr. Apocalipse'' está otimista com o novo plano

O economista Nouriel Roubini, famoso por ter previsto a crise econômica, acredita no novo plano do governo do presidente americano Barack Obama para limpar os ativos tóxicos do sistema financeiro. O apoio surpreende, dada a forma dura e crítica que o professor da Universidade Nova York tem tratado os planos de vários países para consertar suas economias. Mas ele parece ter visto um "algo mais" na proposta."Minha opinião é positiva, com algumas ressalvas", disse ao blog DealBook do site do New York Times. Ele disse ter gostado que o governo finalmente deu um passo para limpar os ativos tóxicos dos balanços dos bancos e que o capital privado criará um mercado para isso. O plano prevê a venda de lotes de ativos por leilão. "Cinco pessoas oferecendo um lance por um ativo tóxico, em vez de um único governo sem ideia de quanto ele custa, vão garantir que o governo não pague além do que vale", disse. "Isso porque os participantes do setor privado têm o incentivo de conseguir o melhor preço", explicou. Mas Roubini não aprovou o fato de os bancos terem a opção de não vender os ativos após a conclusão do leilão. Para ele, isso pode criar confusão e frustração entre os compradores. Roubini disse que o governo deveria forçar os bancos a participar dos leilões, quer queiram ou não.

, O Estadao de S.Paulo

26 de março de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.