Sri Lanka busca novo acordo com FMI

O governo do Sri Lanka anunciou neste sábado a conclusão de um empréstimo de US$ 2,6 bilhões com o Fundo Monetário Internacional (FMI), após receber no dia anterior a última parcela da ajuda, anunciada em julho de 2009. Mas o país já deixou claro que buscará um novo auxílio.

AE, Agencia Estado

21 de julho de 2012 | 19h51

"As autoridades do Sri Lanka agora anseiam pela continuação da cooperação com o FMI e pretendem discutir a possibilidade de suporte financeiro para sua agenda de desenvolvimento econômico", afirmou em nota o banco central do país. A autoridade monetária não afirma a quantia do novo empréstimo que o Sri Lanka planeja obter, mas fontes do Ministério das Finanças dizem que o governo quer mais de US$ 500 milhões.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Sri Lanka cresceu 8,3% no ano passado, depois uma expansão de 8,0% em 2010. O primeiro empréstimo do FMI ao país ocorreu em 2009, logo após o governo conseguir derrotar os rebeldes do grupo Tigres de Liberação do Tamil Eelam. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Sri LankaacordoFMI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.