carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Standard & Poor´s eleva Embraer para grau de investimento

A agência de classificação de risco Standard & Poor´s atribuiu hoje à Embraer um rating (classificação) de emissor de títulos em escala global, em moeda local e em moeda estrangeira, no nível BBB-, ou seja, correspondendo a grau de investimento. Isso significa que os títulos desta empresa têm risco menor. Eles perdem a característica de papéis que oferecem ganho maior em troca de um risco também maior, e passam a oferecer um rendimento adequado ao seu risco mais baixo. Adquirem, portanto, grau de investimento. Na escala de classificação de risco da Standard & Poor´s, a atribuição da nota BBB- significa a qualificação de crédito com risco moderado, sem elementos especulativos. O rating de emissor em moeda estrangeira BBB- é a nota que seria atribuída a dívidas sênior, não subordinadas, emitidas em moeda e sob legislação estrangeira."Nosso objetivo final é assegurar que a Embraer, que já pertence ao seleto grupo de companhias nacionais consideradas como grau de investimento pelas principais agências de avaliação de risco, continue expandindo suas operações como uma sólida empresa global. A classificação de risco de crédito moderado a nós atribuída pela agência Standard and Poor´s ajuda a construir as bases para o crescimento permanente da Empresa, na constante busca pela redução do custo de capital e na criação de valor para o acionista no longo prazo", disse Maurício Botelho, Diretor-Presidente da Embraer. Os ratings atribuídos à Embraer pela Standard & Poor´s superam, em um nível, a nota BB+ referente ao risco de Transferência e Conversibilidade (Transfer and Covertibility - T&C) concedida ao Brasil, denotando que, na avaliação da Standard & Poor´s, a empresa está bem protegida de fatores de risco soberano diretos e indiretos 9riscos do País).Mais uma classificaçãoA Embraer obteve em dezembro o conceito de empresa de risco moderado, segundo a Moody´s, outra agência de classificação de risco. A avaliação que mostra que a Embraer é confiável para o crédito externo, ou seja, o grau de investimento, inclui a fabricante em um pequeno grupo de empresas com o mesmo conceito. Neste seleto time estão a Vale do Rio Doce e a Petrobras. A agência deu a mesma nota para as dívidas da empresa em moeda estrangeira.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2006 | 18h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.