Starbucks anuncia o Chá da Oprah

'Oprah Chai' tem infusão de canela e gengibre

USA Today/O Estado de S.Paulo

21 de março de 2014 | 02h04

Primeiro veio "Oprah", o programa de televisão. Depois veio "O", a rede de TV. Agora, com a ajuda do Starbucks, aí vem "Oprah", o chá. Em uma parceria incomum entre megamarca e megaestrela, a maior cadeia de cafeterias do mundo está se unindo à ex-apresentadora e baronesa da mídia global para criar o chá Teavana Oprah Chai.

A empreitada foi anunciada ontem no encontro anual da Starbucks, em Seattle, nos Estados Unidos. Howard Schultz, o presidente da empresa, surpreendeu sua plateia (um grupo já bem acostumado a ver ou escutar celebridades nas convenções da companhia) ao apresentar Oprah.

Os dois ficaram de mãos dadas por vários minutos enquanto explicavam por que Oprah escolheu a Teavana como a primeira marca, produto ou companhia com a qual ela se alinha.

Oprah lembrou que já recebeu e declinou oportunidades para promover de tudo - de carros a roupas, passando por cosméticos. "Nada daquilo me pareceu orgânico", disse, acrescentando que com a marca Teavana foi diferente.

Schultz não foi menos entusiasta. "Com a apresentação do Teavana Oprah Chai, nós vamos elevar a experiência com chá da mesma forma que fizemos com o café."

 

Consumo. O mercado de chás movimenta R$ 90 bilhões globalmente, de acordo com a consultoria Euromonitor. A única coisa que as pessoas tomam mais que água, no mundo, é chá. Ainda que a Starbucks pise no freio no lançamento de cafeterias, a empresa pode acelerar a expansão com as casas de chá.

A companhia, que comprou a varejista de chá Teavana em 2012 por US$ 620 milhões, espera abrir ao menos mil bares Teavana próprios (com conceito diferente das lojas atualmente em funcionamento nos shoppings) na América do Norte e em muitos lugares fora dos Estados Unidos. O nome da rede de chás vem de uma fusão de "heaven" (paraíso, em inglês) com "tea" (chá).

No ano passado, a Starbucks abriu seu primeiro Teavana Fine Teas + Tea Bar em Manhattan. A loja tem uma iluminação parecida com a utilizada em museus e uma enorme "Parede do Chá" - com variedades de chá com folhas soltas (que não vêm no saquinho) e opções de sabores misturados. Outra unidade foi aberta em Seattle e mais algumas estão prontas para serem inauguradas em Chicago e Los Angeles, segundo Schultz.

Canela e gengibre. Oprah, que se diz uma amante do chá, desenvolveu pessoalmente o chá, junto com a Teavana. A bebida tem uma infusão de canela, gengibre, cardamomo e cravo.

O produto estará disponível logo antes do Dia das Mães nas lojas do Starbucks e da Teavana nos Estados Unidos e no Canadá.

Tecnicamente, o uso da imagem da apresentadora não visa o lucro. Segundo a ex-apresentadora, todo o dinheiro que Oprah arrecadar será doado a instituições de caridade voltadas para a educação de jovens.

Antes de deixar o palco, Schultz anunciou que todos os acionistas na plateia iriam para casa com uma amostra do Oprah Chai. Qualquer um pode lançar perfume, disse Oprah aos presentes. Mas quem mais, perguntou ela, pode lançar um Oprah Chai?

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.