Starbucks pretende ter 1.500 lojas funcionando na China até 2015

Rede norte-americana de cafeterias abriu nesta segunda-feira a sua centésima loja em Pequim

Leticia Gomes Pakulski, da Agência Estado, com Dow Jones,

26 de novembro de 2012 | 17h22

SÃO PAULO - A rede norte-americana de cafeterias Starbucks abriu nesta segunda-feira a sua centésima loja em Pequim e anunciou que pretende ter 1.500 lojas em mais de 70 cidades chinesas até 2015.

"Pequim é onde começamos nossa jornada na China, abrindo nossa primeira loja em 1999. Estamos orgulhosos das nossas cem lojas em operação na cidade e das mais de 700 em todo o país", disse a presidente da Starbucks China, Belinda Wong. Segundo a Starbucks, até 2014 o país deve se tornar o segundo maior mercado da empresa.

A unidade número cem em Pequim está localizada no distrito internacional de negócios Solana. A empresa também iniciou sua primeira turma da universidade corporativa Starbucks na China, instituição que pretende melhorar o serviço das lojas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
starbuckscaféchina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.