Statoil faz nova descoberta em bloco angolano com fatia da Petrobrás

Segundo a empresa, teste apontou produtividade de sete mil barris por dia

Kelly Lima, da Agência Estado,

30 de setembro de 2010 | 10h12

A Statoil anunciou nova descoberta em águas profundas de Angola, no bloco 1506, que tem participação de 5% da Petrobrás. A área é operada pela Eni (35%). Além da Petrobrás, Sonangol (15%), SSI Fifteen Limited (20%), Total (15%), Falcon Oil Holding Angola (5%) e Statoil Angola (5%) possuem participação no projeto. Segundo a Statoil, teste de produção realizado no poço apontou óleo com 34º API e uma produtividade de sete mil barris por dia.

Este foi o último de oito poços previstos para serem perfurados na área. Todos obtiveram sucesso e as perspectivas são de ampliar o volume recuperável de óleo na área. A Petrobrás opera três blocos exploratórios (blocos 1806, 606 e 26) e participa, como não-operadora, em outros três consórcios (blocos 285, 1506 e 34), em Angola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.