Stephanes: agricultura está melhor que previsto no fim de 2008

Ministro diz que desvalorização do real superou a queda das cotações internacionais e estimulou exportação

Fabíola Salvador, da Agência Estado,

07 de agosto de 2009 | 15h21

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, afirmou nesta sexta-feira, 7, que o cenário para a agricultura nacional é bem melhor do que as previsões feitas no fim do ano passado, quando a crise financeira trouxe incertezas sobre o desempenho da economia mundial e, consequentemente, do agronegócio brasileiro.

 

Ele lembrou que a desvalorização do real superou muito a queda das cotações internacionais, o que estimulou o crescimento da exportação, que foi de 4,5% nos primeiros quatro meses deste ano. "O saldo continuará positivo em 2009, pois o Brasil é o maior exportador líquido de produtos agrícolas do mundo e o valor das exportações é seis vezes o valor das importações", afirmou.

 

Ao fazer um balanço das prioridades do setor agrícola, Stephanes citou a necessidade de ampliação de mercados para os produtos agropecuários. Para ele, é preciso melhorar as condições de comércio com a China, especialmente para venda de carne suína. No caso da África do Sul, a meta é reabertura das exportações para carnes de frango e suína, mercados que estão fechados desde 2005. Para a Rússia, a negociação é para ampliação das cotas para exportação de carnes. O Brasil também tem interesse em vender carne suína para o Japão.

Tudo o que sabemos sobre:
agriculturaStephanesprevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.