Stephanes confirma prorrogação da dívida rural

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, confirmou que as dívidas rurais que venceram na segunda-feira, dia 17, poderão ser pagas até o dia 15 de fevereiro. Outra medida confirmada pelo ministro foi a classificação das dívidas que vencem em janeiro, fevereiro e março com suspensivas, ou seja, esses débitos não precisarão ser pagos pelos produtores. Até o dia 31 de março, o governo se comprometeu a apresentar uma proposta para repactuação das dívidas dos produtores rurais.O prazo inicial para a apresentação da proposta era 28 de dezembro. "Houve um fato novo que foi a extinção da CPMF, que o governo precisa reprogramar seu orçamento", disse o ministro ao lado de deputados da comissão de agricultura da Câmara dos Deputados. O deputado Homero Pereira (PR-MT), concordou com o adiamento, "é melhor esperar um pouco mais e ter uma proposta viável", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.