Stephanes: governo quer se prevenir contra alta do trigo

Cotação do trigo no Paraná subiu 90% entre abril de 2007 e abril de 2008

ALEXANDRE INACIO, Agencia Estado

17 de abril de 2008 | 16h50

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, afirmou hoje que o governo quer se prevenir contra novas altas do preço do trigo no mercado internacional. Esta orientação levou o governo a lançar hoje um plano que tem objetivo de estimular o setor de trigo nacional e elevar em 25% a produção na safra 2008/09.Ao divulgar as diretrizes do plano, o ministro disse que o trigo é plantado durante o inverno, o que significa que não concorre com outras lavouras de grãos. Ele não espera novas altas do preço do trigo no mercado externo e no Brasil. "Batemos no teto. O preço pode diminuir um pouco, mas deve continuar nos níveis atuais", disse o ministro.Segundo dados do Ministério da Agricultura, a cotação do trigo no Paraná subiu 90% entre abril de 2007 (R$ 490 por tonelada) e abril de 2008 (780 por tonelada). A alta, segundo o ministro, é um reflexo do mercado externo. Na Bolsa de Kansas, onde o trigo é comercializado, a cotação do cereal subiu 103% em um ano.Ele lembrou que a Argentina é o país que tem a maior disponibilidade de trigo para exportação, mas uma decisão do governo local restringiu as vendas. A produção argentina é estimada em 15,5 milhões de toneladas e até agora o governo já autorizou a exportação de 7,5 milhões de toneladas. Há comentários de que o país vá autorizar os registros de outros 1,2 milhão de toneladas, mas as vendas não foram concretizadas até agora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.