Stephanes: safra poderá ser recorde se clima ajudar

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, afirmou hoje que a safra de grãos 2009/2010 poderá ser recorde caso o clima se comporte bem nos próximos meses. De acordo com levantamento apresentado na manhã de hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra será de 140,6 milhões de toneladas de grãos. O recorde foi registrado há dois ciclos, quando atingiu a marca de 144,1 milhões de toneladas. Segundo o ministro, a projeção apresentada hoje pela Conab já tem grande possibilidade de se concretizar por conta do avanço do plantio. De acordo com ele, a expectativa para os próximos 90 dias é de chuvas dentro da normalidade. "Podemos até bater novo recorde se o clima continuar bom, mas vamos ser conservadores agora", disse.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

08 de dezembro de 2009 | 11h35

Ele salientou, porém, que, na safra anterior, a colheita caminhava quando houve problemas de chuvas que acabaram prejudicando o resultado. Nesse ciclo, o volume de grãos foi de 135,1 milhões de toneladas. Confirmada a projeção de 140,6 milhões de toneladas para a safra 2009/2010, haverá um incremento de 4% de um ano para o outro.

"Esse porcentual está levemente abaixo da média de crescimento, que é de 4,5%. Mas a Conab é conservadora", disse o ministro. Stephanes disse ainda que a área de plantio vem mostrando pouca evolução nos últimos anos, o que significa que o crescimento da produção tem ocorrido em cima do aumento da produtividade. No ciclo 2008/2009, a área plantada foi de 47,7 milhões de hectares e a expectativa da estatal para a safra 2009/2010 é de 48 milhões de hectares.

Tudo o que sabemos sobre:
agriculturaStephanessafra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.