Getty Images
Getty Images

Subsidiária da Telefônica compra portal Terra por R$ 250 milhões

Operação tem como objetivo possibilitar ampliação e integração da oferta comercial de serviços digitais

Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

03 Julho 2017 | 19h31

A Telefônica Brasil informou nesta segunda-feira, 3, a compra do portal Terra. A transação de R$ 250 milhões foi feita através de sua subsidiária Telefônica Data (TData), que adquiriu todas as ações representativas do capital social da Terra Networks Brasil S.A.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a tele informa que a Terra Networks é prestadora de serviços digitais (serviços de valor adicionado (SVA) próprios e de terceiros e carrier billing, bem como canais mobile para vendas e relacionamento) e publicidade.

"A TData é uma sociedade que se dedica à exploração de SVA, bem como de soluções empresariais integradas em telecomunicações, assistência técnica de equipamentos e redes de telecomunicações, manutenção de equipamentos e redes e elaboração de projetos", diz.

Segundo a Telefônica, a operação tem como objetivo possibilitar uma ampliação e integração da oferta comercial de serviços digitais que podem agregar valor imediato à carteira de clientes da TData e da companhia; bem como gerar oferta de serviços da TData para a base de clientes e assinantes dos serviços da Terra Networks e, gerar alavancagem do negócio de publicidade da Tdata.

Além disso, destaca, dado que a companhia possui competências para a criação de novos produtos digitais de mídia para mobile e publicidade e a Terra Networks possui know-how de venda, atendimento e operações de serviços digitais para clientes específicos, a aquisição pela TData também facilitará a troca de knowhow entre as sociedades envolvidas, além de maximizar a unificação das condições comerciais mantidas com fornecedores, tanto da TData como da Terra Networks, bem como com os fornecedores comuns.

Valor. O preço total pago pela TData como contraprestação pela aquisição das ações de emissão da Terra Networks foi de R$ 250 milhões, em parcela única, sem necessidade de qualquer financiamento, utilizando-se apenas o caixa disponível da TData. Segundo a Telefônica, o valor foi calculado com base no valor econômico da sociedade, segundo o critério de fluxo de caixa descontado, com data base de 30 de abril de 2017, baseado em laudo de avaliação contratado pela Diretoria da TData e preparado pela KPMG Corporate Finance Ltda.

A operação está sujeita a condições usualmente aplicáveis a este tipo de transação, tendo sido precedida de uma auditoria legal e financeira em relação à Terra Networks e avaliação por empresa independente.

"Ademais, o contrato de venda e compra respectivo contém termos e disposições comuns a esse tipo de transação. A Operação não está sujeita à obtenção de quaisquer autorizações regulatórias ou aprovações por órgãos da companhia", diz a tele.

A Telefônica esclarece ainda que a operação tal como estruturada não altera a estrutura acionária da companhia nem causa qualquer diluição aos seus acionistas, gerando valor a estes através de aceleração no crescimento de serviços digitais e aumento da eficiência operacional. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.