finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Subsidiárias da Eletrobrás buscarão parceiros para leilão

Estatais subsidiárias da Eletrobrás, com exceção de Furnas, farão uma chamada pública para encontrar parceiros no leilão da concessão da usina hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira. A informação foi dada hoje pelo presidente da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), Dilton da Conti Oliveira. Ele informou que já houve uma reunião entre o ministro de Minas e Energia, Nelson Hubner, e os presidentes das empresas do Grupo Eletrobrás, para discutir a participação das empresas no leilão.Ontem, Hubner já havia confirmado que o governo manteria a parceria de Furnas com a Odebrecht no leilão e que seria feito um aditivo do contrato entre essas duas empresas, liberando as outras estatais do sistema Eletrobrás para participar do leilão em outros consórcios. Segundo Oliveira, as estatais poderão participar com até 49% das ações em cada consórcio.Segundo o executivo, nos últimos quatro anos a Chesf acumulou um lucro líquido de R$ 123 bilhões e nesse período investiu R$ 2,3 bilhões, com recursos próprios. Na avaliação de Oliveira, o consórcio que vencer a disputa por Santo Antônio - cujo leilão está marcado para 30 de outubro - será o favorito na disputa pela concessão da outra usina do Madeira, Jirau, que será leiloada em março de 2008. "Quem vencer Santo Antonio já terá uma infra-estrutura montada na região e terá condição de se fazer uma melhor oferta para o Jirau", disse.

LEONARDO GOY, Agencia Estado

23 de agosto de 2007 | 12h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.