Sudão inicia exportação de etanol para Países Baixos

Na tentativa de se tornar o principal exportador de etanol da África, o Sudão embarcou o primeiro carregamento do biocombustível para os Países Baixos, informou hoje Majdi Hassan, gerente de vendas da companhia estatal Kenana. "O primeiro carregamento de 5 milhões de litros de etanol foi exportado ontem. Deixou Roterdã e tem como destino a União Europeia", afirmou.

GABRIELA MELLO, Agencia Estado

28 de dezembro de 2009 | 15h08

O presidente do Sudão, Omar al-Beshir, anunciou no ano passado que a companhia, que produz açúcar e melaço, supervisionaria um projeto para conduzir a produção de biocombustíveis da África. O preço da exportação anunciada alcançou US$ 3,3 milhões, ou US$ 660 por metro cúbico, mas o valor de outros embarques deve variar de acordo com o mercado, acrescentou Hassan.

A usina de Kenana, localizada no sul do Estado de Khartoum, foi construída pela fornecedora brasileira de etanol Dedini. A unidade, capaz de produzir 65 milhões de litros por ano, planeja aumentar a capacidade para 200 milhões de litros até 2012. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.