Reuters
Reuters

Suécia tem juros negativos pela 1ª vez na história

Riksbank, banco central mais antigo do mundo, cortou sua taxa de referência para -0,1%, de zero anteriormente, e informou que irá comprar bônus do governo no valor de 10 bilhões de coroas suecas (US$ 1,2 bilhão)

Estadão Conteúdo

12 Fevereiro 2015 | 09h08

O Banco Central da Suécia reduziu nesta quinta-feira sua principal taxa de juros - a taxa de recompra - para o terreno negativo pela primeira vez na história e anunciou um programa de compra de bônus do governo, juntando-se a outras autoridades monetárias que tentam combater a inflação baixa.

O Riksbank, banco central mais antigo do mundo, cortou sua taxa de referência para -0,1%, de zero anteriormente, e disse que irá comprar bônus do governo no valor de 10 bilhões de coroas suecas (US$ 1,2 bilhão). A taxa de recompra estava em zero desde outubro.

"Essas medidas e a disposição de fazer mais no curto prazo demonstram que o Riksbank está salvaguardando o papel da meta de inflação como âncora nominal para o estabelecimento de preços e a formação de salários", disse o BC sueco em comunicado. A meta de inflação do Riksbank é de 2%.

Em resposta ao anúncio do Riksbank, a coroa sueca atingiu nova mínima no ano frente ao euro, com a moeda única saltando de cerca de 9,50 para 9,65 coroas. No mercado de renda fixa, os juros dos bônus suecos recuaram: o rendimento do papel de 2 anos diminuiu para -0,23%, de -0,18% antes da decisão, e o do bônus de 10 anos caiu para 0,56%, de 0,60%. / FONTE: DOW JONES NEWSWIRES

Mais conteúdo sobre:
Suécia política monetária juros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.