R$ 1,57 bi

E-Investidor: Tesouro Direto atrai mais jovens e bate recorde de captação

Suíça anuncia relaxamento de sigilo bancário

Com decisão, bancos poderão cooperar com investigações internacionais sobre evasão fiscal.

BBC Brasil, BBC

13 de março de 2009 | 10h03

O governo da Suíça anunciou nesta sexta-feira que vai relaxar as regras de sigilo bancário para permitir que instituições financeiras do país cooperem com investigações internacionais sobre evasão fiscal.

O acordo foi feito depois de negociações com a Organização pela Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que define as regras sobre a divisão de informações entre os bancos.

Os governos de Luxemburgo e Áustria também concordaram em fazer concessões. Na quinta-feira, Lichtenstein, Andorra e Bélgica também haviam concordado em relaxar suas regras de sigilo bancário.

A Suíça vinha enfrentando pressão de vários países, entre eles Estados Unidos, França e Alemanha, que buscam informações sobre suspeitos de evasão fiscal que estariam escondendo seu dinheiro em bancos suíços.

No mês passado, o banco suíço UBS entregou às autoridades americanas os detalhes de 300 de seus clientes americanos.

Os acordos foram anunciados antes do encontro de ministros das finanças e presidentes de bancos centrais dos países do G20, perto de Londres.

No encontro, eles devem discutir regulamentações mais duras para os bancos e o aumento de fundos para combater a crise.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.