Suíça supera EUA em competitividade, Brasil sobe 8 posições

A Suíça superou os Estados Unidos como economia mais competitiva do mundo e o Brasil subiu oito posições no ranking, para 56o, segundo relatório divulgado nesta terça-feira.

SVEN EGENTER, REUTERS

08 de setembro de 2009 | 07h47

A piora norte-americana ocorreu em meio ao colapso do setor bancário devido à crise financeira, enquanto a melhora brasileira refletiu medidas para melhorar a sustentabilidade fiscal.

O relatório de competitividade do Fórum Econômico Mundial de 2009/2010 mostrou ainda que as economias com foco nos serviços financeiros, como Estados Unidos, Grã-Bretanha, e Islândia, tiveram as piores performances devido à crise.

No componente de avaliação da solidez dos bancos, a Suíça ficou em 44o lugar. Os Estados ficaram em 108o, bem atrás da Tanzânia, e a Grã-Bretanha ocupou a 126o posição.

Mercados emergentes como Brasil, Índia e China, melhoraram a competividade apesar da crise, segundo o estudo.

Já a Rússia, que com os três países citados acima forma o bloco Bric, caiu 12 posições, para 63o, devido a temores sobre a independência judicial e a eficiência do governo. A Índia ficou em 49o.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCOMPETITIVIDADEMUNDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.