Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Suíços assumem a maior empresa de genéricos do mundo

A companhia farmacêutica suíça Novartis anunciou hoje a compra da fabricante de medicamentos genéricos Hexal, com sede na Alemanha, e de uma fatia da Eon Labs dos EUA, por um valor total de US$ 8,3 bilhões em dinheiro.A aquisição criará a maior fabricante mundial de genéricos, com vendas anuais de US$ 5,1 bilhões, superando a israelense Teva. As duas empresas serão incorporadas à Sandoz, unidade de genéricos da Novartis.O mercado global de genéricos, que tem mais de 160 empresas espalhadas pelo mundo, espera atingir US$ 100 bilhões até 2010. No Brasil, a Novartis anuncia que irá investir R$ 30 milhões na fábrica em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, (SP) para prepará-la para a produção de genéricos. Até hoje, o centro de produção de genéricos da empresa na América Latina estava na Argentina. Entre 2002 e 2003, a companhia aumentou as vendas no Brasil em 122%.

Agencia Estado,

21 de fevereiro de 2005 | 15h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.