Sul América assume carteira de seguros de saúde do HSBC

O HSBC informou à Bovespa que tomou a decisão estratégica de deixar de atuar no mercado de seguro saúde no Brasil. Segundo o comunicado, a medida foi acertada após uma análise de massa crítica mínima de segurados para operar neste segmento. O banco está transferindo a sua carteira de 260 mil clientes para a Sul América, conforme instrumento particular celebrado entre as empresas HSBC Seguro Saúde S/A e HSBC Serviços de Saúde S/C e Sul América Saúde S/A e Sul América Serviços Médicos S/A (ambas controladas pela Sul América Companhia Nacional de Seguros). De acordo com o anúncio, deste total, mais de 95% estão concentrados em contratos coletivos. A instituição informou que a transição está em fase de aprovação pelas autoridades competentes e deverá ser realizada a partir do dia 1º de maio de 2003. Conforme a nota, as duas companhias estão trabalhando em conjunto para garantir que os interesses de seus clientes sejam preservados durante o processo. A administração das apólices dos funcionários do HSBC também passará a ser feita pela Sul América, cujo foco em seguro saúde é o atendimento a segurados corporativos. O HSBC Saúde também tem sua carteira concentrada em corretores grandes e especializados, que segundo o comunicado serão mantidos nos negócios nas mesmas condições atualmente praticadas.O HSBC divulgou que sua estratégia é continuar investindo nos demais segmentos do mercado, incluindo previdência, capitalização e seguros de vida, automóveis e patrimoniais. A Sul América, por sua vez, é a maior empresa do mercado de seguro saúde do País, com uma carteira de 2,4 milhões de clientes e 42% de market share. Com a operação, a companhia - associada ao grupo ING - reforça a sua estratégia de expansão no setor de seguros brasileiro. Na área de saúde, a Sul América atua com uma rede de 30 mil prestadores de serviços médico-hospitalares distribuídos em todo o território nacional, além de contar com um canal de vendas de 28 mil corretores de seguros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.