Superávit comercial alemão sobe em abril

Um aumento maior que o esperado nasexportações impulsionaram o superávit comercial alemão,amenizando os temores sobre as perspectivas da maior economiada Europa. As exportações subiram 1,2 por cento no mês, para 85,4bilhões de euros, de acordo com dados do escritório federal deestatísticas apresentados nesta segunda-feria, elevando osuperávit para 17,7 bilhões de euros (27,62 bilhões dedólares), o maior desde novembro, ante 15,3 bilhões de euros dedados revisados de março. Uma pesquisa da Reuters com economistas na semana passadaesperava uma expansão para 15,9 bilhões de euros, com previsãode aumento de 0,5 por cento nas exportações. "É um início agradável de segundo trimestre. O comércioexterior pode ajudar o crescimento", afirmou Marco Bargel,economista no Postbank. "Um leve crescimento econômico épossível". As importações caíram 2,1 por cento ante março, para 67,6bilhões de euros, segundo os dados. Economistas na pesquisa daReuters não tinham expectativa de alteração no número. Dados apresentados na semana passada mostraram que aprodução industrial alemã caiu em abril e que os pedidosrecuaram inesperadamente em 1,8 por cento no mês com fortequeda a demanda estrangeira. A Alemanha tem sido a maior exportadora mundial de bensdesde 2003 e vendeu quase 1 trilhão de euros no ano passado.Por anos o comércio exterior tem sido um mecanismo chave para ocrescimento do país. Em termos ajustados, as exportações subiram 13,9 por centoem abril na comparação anual, com crescimento de 11,7 por centonas exportações. Em doze meses as exportações para outros países na zona doeuro subiu em 10,8 por cento em abril. Exportações para paísesfora da União européia cresceram em 18,4 por cento. (Reportagem adicional de Kerstin Gehmlich)

PAUL CARREL, REUTERS

09 de junho de 2008 | 10h08

Tudo o que sabemos sobre:
MACROALEMANHASUPERAVIT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.