Superávit comercial da Argentina cai 28,6% em 2010

O superávit comercial da Argentina em dezembro caiu 80,3% na comparação com igual mês de 2009, e chegou a US$ 241 milhões, informou hoje o Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec). Com esse resultado, a balança comercial argentina fechou 2010 com um superávit de US$ 12,057 bilhões, queda de 28,6% em relação ao ano anterior, quando o saldo positivo foi de US$ 16,888 bilhões.

MARINA GUIMARÃES, Agencia Estado

24 de janeiro de 2011 | 20h14

As exportações no mês passado atingiram a cifra de US$ 5,585 bilhões, enquanto as importações foram de US$ 5,344 bilhões. No acumulado do ano, as vendas externas cresceram 23% e chegaram a US$ 68,5 bilhões. Já as importações avançaram 46% e atingiram US$ 56,443 bilhões. Os números indicam que o governo deverá adotar medidas mais restritivas em relação às importações.

No início do ano, o secretário de Comércio Interior, Guillermo Moreno, voltou a determinar aos supermercados a proibição de comprar produtos alimentícios importados similares aos da indústria nacional. Essa mesma medida havia sido adotada em meados do ano passado e chegou a prejudicar o Brasil, gerando uma desavença entre os dois países. Desta vez, e por enquanto, os produtos brasileiros estão sendo poupados das barreiras.

Tudo o que sabemos sobre:
comércio exteriorbalançaArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.