Superávit comercial da China cai 63% em fevereiro

O superávit comercial da China totalizou US$ 8,56 bilhões em fevereiro, uma queda de 63% em relação aos US$ 23,7 bilhões em fevereiro de 2007. É o menor superávit mensal desde março do ano passado, quando foi de US$ 6,9 bilhões. O superávit em fevereiro também é bastante inferior aos US$19,49 bilhões de janeiro deste ano.A queda foi conseqüência do enfraquecimento da demanda norte-americana e européia por produtos chineses e do aumento drástico das importações do país. A China está sob pressão dos Estados Unidos e da União Européia para que diminua suas barreiras de importação e controle monetário, que, segundo eles, estão inflando seu superávit comercial em dólar. Alguns legisladores americanos estão exigindo sanções comerciais.A balança comercial de fevereiro foi afetada ainda por severas nevascas que interromperam os embarques, provocando desabastecimento de alimentos e de matérias-primas, o que forçou algumas fábricas chinesas a suspenderem a produção.As importações subiram 35,1% no mês passado, ante fevereiro de 2007, para US$ 78,81 bilhões. As exportações avançaram 6,5%, para US$ 87,37 bilhões, um aumento bem menor que os 26,7% registrados em janeiro. As informações são de agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.