Superávit comercial de dezembro deve ser quase zero

O secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Welber Barral, afirmou hoje que o superávit da balança comercial em dezembro deve ser "quase zerado". Segundo ele, as exportações em dezembro devem se manter no mesmo patamar de novembro, enquanto as importações devem apresentar uma elevação.

RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

01 de dezembro de 2009 | 17h17

Barral acredita que as compras internacionais neste mês devem ser maiores do que as de dezembro de 2008, quando somaram US$ 11,501 bilhões. Em novembro, as importações já totalizaram US$ 12,038 bilhões.

Com isso, o secretário previu que as exportações devem fechar 2009 entre US$ 150 bilhões e US$ 151 bilhões e o superávit comercial deve ser menor que em 2008, quando atingiu US$ 24,7 bilhões. De janeiro a novembro, a balança teve saldo positivo de US$ 23,202 bilhões.

O crescimento do superávit em relação a 2008 já atingiu patamares de 10% ao longo do ano, mas foi se reduzindo e, de janeiro a novembro registrou uma alta de apenas 2,5% em relação ao mesmo período de 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.