Superávit comercial do País cai 46,4% no acumulado do ano

Crescimento maior das importações ante exportações reduz saldo da balança para US$ 9,810 bi até junho

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

16 de junho de 2008 | 11h20

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 771 milhões na segunda semana de junho, 3,35% maior que no mesmo período de 2007. Com isso, o saldo acumulado no ano sobe para US$ 9,810 bilhões, uma queda de 46,4% sobre igual período do ano passado pela média diária, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.  Entre os dias 9 e 15 de junho, as exportações somaram US$ 4,095 bilhões, o equivalente a uma média por dia útil de US$ 819 milhões. No mesmo período, as importações totalizaram US$ 3,324 bilhões, ou US$ 664,8 milhões por dia útil.  As exportações acumulam no ano US$ 80,741 bilhões e as importações somam US$ 70,931 bilhões. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a média das exportações, de janeiro a junho - até a segunda semana - cresceu 23,7%, mas a média das importações aumentou 51%. No fim da semana passada, o ministro Miguel Jorge disse que o ministério mantém a meta de exportar US$ 180 bilhões neste ano. Analistas consultados pelo Banco Central estimam um superávit comercial de US$ 23,35 bilhões em 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.