carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Superávit do governo central supera meta para o ano

O governo central encerrou julho comsuperávit primário de 7,065 bilhões de reais, e o saldoacumulado no ano já supera a meta oficial de 2008 inteiro,informou o Tesouro Nacional nesta terça-feira. De janeiro a julho, o governo central --formado porTesouro, Previdência e Banco Central-- acumulou superávitprimário de 68,430 bilhões de reais, frente à meta anual de63,4 bilhões de reais. O valor da meta não inclui, no entanto, a economiaadicional de 14 bilhões de reais que o governo se comprometeu afazer para alimentar o fundo soberano cuja criação está emtramitação no Congresso. No ano, as despesas do governo cresceram 11,8 por cento,com destaque para uma elevação dos investimentos, e as receitasaumentaram 17,7 por cento, engrossadas por maior arrecadação deimpostos e contribuições. As despesas do governo com investimentos cresceram 49 porcento, para 12,8 bilhões de reais no acumulado do ano. O secretário do Tesouro, Arno Augustin, afirmou que essatendência de elevação dos gastos em obras reflete o andamentodo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que se manteráe não tem relação com o calendário eleitoral. "Não há nenhuma mudança em função do calendário, ou seja,de serem anos eleitorais ou não. São obras definidas no iníciode 2007 e que estão tendo sua execução normal", disse Augustina jornalistas. O superávit em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) ficouem 4,19 por cento no acumulado do ano, frente a 3,3 por centoem igual período de 2007. Em junho, o governo central havia registrado superávitprimário de 7,917 bilhões de reais. Em julho do ano passado, oresultado foi positivo em 5,162 bilhões de reais. (Por Isabel Versiani)

REUTERS

26 de agosto de 2008 | 18h42

Tudo o que sabemos sobre:
MACROGOVCENTRALATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.