Superávit do setor público é o pior para outubro, diz BC

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, afirmou que o superávit primário do setor público para o mês de outubro deste ano, de R$ 6,188 bilhões, é o pior da série histórica. Maciel afirmou, no entanto, que o resultado traz um aspecto positivo, que é a reversão em relação ao déficit de R$ 9 bilhões de setembro. Disse ainda que é preciso considerar a conjuntura dos resultados deste ano, que têm sido mais baixos em vários meses em relação aos mesmos meses de 2012.

EDUARDO CUCOLO E CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

29 de novembro de 2013 | 11h48

Segundo o BC, o superávit primário do governo central de R$ 5,257 bilhões foi o mais baixo desde outubro de 2003 (R$ 4,710 bilhões). O resultado dos governos regionais (R$ 694 milhões) é o menor desde 2001 para meses de outubro. O déficit nominal é maior para outubro da série, negativo em R$ 11,528 bilhões.

Em relação às despesas com juros, Maciel afirmou que o aumento sobre setembro se deve, principalmente, ao maior número de dias úteis (dois a mais) e ao ganho menor com swap, que caiu de R$ 5,9 bilhões para R$ 4,7 bilhões de setembro para outubro. com)

Tudo o que sabemos sobre:
BCGoverno CentraloutubroTulio Maciel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.