Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Superávit é de quase US$ 1 bi na 1ª semana

Saldo de US$ 935 milhões ainda é 30,4% inferior ao de agosto de 2008

Sandra Manfrini, O Estadao de S.Paulo

11 de agosto de 2009 | 00h00

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 935 milhões na primeira semana de agosto. Segundo os dados divulgados ontem pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em cinco dias úteis, as exportações somaram US$ 3,274 bilhões, com média diária de US$ 654,8 milhões. As importações totalizaram US$ 2,339 bilhões, com média diária de US$ 467,8 milhões.Pelo critério da média diária, o desempenho das exportações, nesta primeira semana de agosto, está 30,4% inferior ao verificado em todo o mês de agosto de 2008, quando a média diária exportada foi de US$ 940,3 milhões. Na comparação com julho do ano passado, quando a média diária das vendas externas foi de US$ 614,9 milhões, no entanto, há um aumento de 6,5%.Com relação às importações, a média diária verificada na primeira semana de agosto é 43,7% menor que a registrada em agosto de 2008 (US$ 831,1 milhões), e 4,1% inferior à de julho último (US$ 487,6 milhões). BALANÇO NO ANONo ano, até a primeira semana, a balança acumula um superávit de US$ 17,848 bilhões. O saldo é resultado de exportações de US$ 87,369 bilhões menos importações de US$ 69,521 bilhões registradas no período.De acordo com os dados do MDIC, o saldo comercial acumulado no ano é 22,4% superior ao verificado no mesmo período do ano passado (US$ 14,587 bilhões). Apesar disso, a corrente de comércio, que é a soma das exportações com as importações, que totaliza US$ 156,890 bilhões no ano, está 25,1% menor que a registrada no mesmo período de 2008 (US$ 209,457 bilhões).As exportações no ano têm média diária de US$ 582,5 milhões. Já as importações têm média diária de US$ 463,5 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.