Superávit grego irá apagar objeções alemãs a perdas em dívida--Schaeuble

As reservas legais da Alemanha sobre assumir perdas em relação à dívida pública grega irão acabar se o país alcançar um superávit primário sustentável, afirmou nesta terça-feira o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble.

Reuters

27 de novembro de 2012 | 11h03

Ele afirmou a repórteres que há pouco tempo para manobra antes do prazo de 13 de dezembro para uma recompra da dívida grega, que está no centro de um novo plano de sustentabilidade de dívida definido por ministros das Finanças da zona do euro, mas ele mostrou-se confiante de que irá funcionar.

Se a recompra não tiver o resultados esperados, a "troika", formada por Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia terá que revisar a questão, disse ele.

(Reportagem de Gernot Heller, Gareth Jones e Madeline Chambers)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROGRECIASCHAEUBLE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.