Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Superávit no balanço de pagamentos é o melhor 1º trimestre

O resultado do balanço de pagamentos do Brasil no primeiro trimestre de 2004 foi considerado "bastante positivo" pelo chefe do Departamento Econômico do Banco Central (Depec), Altamir Lopes. Segundo ele, o superávit de US$ 2,626 bilhões apurado no balanço dos três primeiros meses do ano, reflete o bom desempenho da balança comercial e a melhora na conta de serviços.Lopes destacou, dentro dessa conta, o resultado das viagens internacionais, que vem registrando nos últimos meses saldos positivos, o que mostram, na opinião do Depec, uma melhora no desempenho do setor de turismo no País. O superávit registrado foi o melhor para o primeiro trimestre, desde o início da série histórica do BC.O comportamento dos investimentos estrangeiros diretos e das taxas de rolagem das operações de crédito de médio e longo prazo das empresas privadas, no primeiro trimestre, também foi considerado positivo pelo chefe do Depec.Resultado mensalCom relação ao mês de março, Lopes destacou que o balanço de pagamentos registrou um déficit por causa do pagamento efetuado ao Fundo Monetário Internacional. A queda verificada nas taxas de rolagem dos empréstimos privados não foi uma surpresa, segundo o chefe do Depec. Isso porque as companhias brasileiras aproveitaram a forte liquidez do mercado internacional, em janeiro, para antecipar a contratação de crédito, o que refletiu no recuo das taxas em março.No mês passado, as empresas brasileiras tiveram uma taxa de rolagem total de 46%, sendo que nos empréstimos diretos essa taxa chegou a 112%, mas atingiu apenas 29% no caso de bônus, notes, e commercial papers. Ainda assim, no acumulado do primeiro trimestre a taxa total de rolagem das empresas foi de 124%, sendo 112% em empréstimos diretos, e 127% nas outras modalidades de crédito.

Agencia Estado,

27 de abril de 2004 | 11h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.