Superávit primário até julho é de 5,05% do PIB

As contas do setor público (União, Estados, municípios e estatais) apresentaram um superávit primário de R$ 4,319 bilhões em julho. Com este resultado, as contas públicas acumulam no ano um superávit de R$ 44,329 bilhões, o equivalente a 5,05% do Produto Interno Bruto (PIB). Esse valor é R$ 11,447 bilhões superior ao superávit de R$ 32,882 bilhões acumulado no mesmo período do ano passado. De acordo com os dados, que estão sendo divulgados hoje pelo Departamento Econômico do Banco Central (Depec), as contas do governo central (governo federal, INSS e Banco Central) apresentaram em julho um superávit de R$ 3,326 bilhões, enquanto os governos regionais (Estados e Municípios) tiveram um déficit primário de R$ 16 milhões. As contas dos estados foram superavitária em R$ 177 milhões. Já as contas dos municípios tiveram um déficit primário de R$ 193 milhões. As estatais (federais, estaduais e municipais) apresentaram um superávit de R$ 1,009 bilhão. Em 12 meses até julhoAs contas do setor público consolidado acumulam em 12 meses até julho um superávit primário de R$ 63,837 bilhões. Esse valor é equivalente a 4,36% do PIB. Até junho, o superávit em 12 meses era de R$ 63,499 bilhões. Empresas estaduais As contas empresas estaduais tiverem o melhor resultado em julho entre as empresas estatais. Do superávit de R$ 1,009 bilhão das empresas estatais no mês, R$ 633 milhões foram obtidos pelas estatais estaduais.As empresas estatais federais contribuíram com um superávit no mês de R$ 365 milhões e as empresas estatais municipais com um superávit de R$ 10 milhões. Em junho passado, o superávit das empresas estatais havia sido de R$ 990 milhões. Desse total, R$ 535 milhões foram referentes ao superávit das estatais federais, R$ 450 milhões das estaduais e R$ 5 milhões das municipais.Superávit primário é o maior dos meses de julho desde 1999 Este trimestre será melhor e o próximo, melhor ainda, diz BC Dívida líquida sobe de 55,5% para 57% do PIB

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.