Superintendente do DNPM-SP critica estrutura do órgão

O superintendente do Departamento Nacional da Produção Mineral (DNPM) no Estado de São Paulo, o engenheiro de minas Ricardo de Oliveira Moraes, criticou nesta quinta-feira, em apresentação durante encontro organizado pela comissão especial criada para tratar do novo marco da mineração, as estruturas atuais da autarquia e disse que o governo federal precisa fortalecer a repartição para que ela possa se tornar uma agência. "Nós estamos prontos para essa nova tarefa, mas precisamos de melhores instalações", disse. "Nossas instalações elétricas beiram o risco", acrescentou. O novo marco criará a Agência Nacional de Mineração (ANM), que substituirá o DNPM, e o Conselho Nacional de Política Mineral (CNPM).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.