coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Superman número 1 tem disputa milionária em leilão na internet

Revista foi achada por empreiteiro durante reforma de uma casa que vale bem menos que o gibi

Economia & Negócios,

24 de maio de 2013 | 12h09

SÃO PAULO - Um empreiteiro de Minnesota comprou uma velha casa e teve uma surpresa ao iniciar as reformas. Ao quebrar uma das pareces, encontrou um exemplar do gibi número 1 do Super Homem, lançado em 1938.

David Gonzalez ficou intrigado com o raro exemplar, mas a surpresa se transformou em alegria quando ele descobriu o valor do achado.

O site Comic Connect, de Manhattan, especializado em publicações antigas em quadrinhos, está vendendo o tesouro de Gonzalez como o 'santo graal' dos quadrinhos do Superman.

O leilão começou na segunda-feira e até quinta, 23, já havia recebido 34 lances, o mais alto de US$ 127 mil, o equivalente a R$ 260 mil, segundo informou a emissora ABC News.

A revista em quadrinhos poderia valer muito mais, mas foi danificada quando uma tia da esposa de Gonzalez, animada com a descoberta, lidou com ela mais bruscamente do que o recomendável com papéis de 65 anos. Uma lágrima sobre a contra-capa danificou a revista.

Vincent Zurzolo, diretor de operações da Comic Connect, disse à ABC News que a revista foi avaliada em cerca de US$ 150.000. Se não estivesse rasgada, poderia valer até US$ 225 mil (aproximadamente R$ 461 mil). "É um preço muito alto por uma lágrima", reclamou Gonzales.

O site Comic Conectar vendeu uma cópia quase perfeita da revista por US$ 2,1 milhões (cerca de R$ 4,3 milhões).

 

Gonzalez, casado e pai de quatro filhos, pagou apenas US$ 10,1 mil pela velha casa onde encontrou a revista. Um restaurante nas proximidades queria pagar US$ 10 mil para derrubá-la e fazer um estacionamento. Gonzales ofereceu US$ 100 a mais e ficou com o imóvel pensando em fazer uma reforma para revender e ganhar algum dinheiro.

O empreiteiro disse que quando faz reformas, gosta de colocar algum dinheiro nas paredes pensando na alegria dos pedreiros no futuro. "A ironia é que todos esses anos ele está colocando dinheiro por trás das paredes e agora ele é que encontra este tesouro", disse Zurzolo.

O leilão se encerra em 11 de junho. Com o dinheiro, Gonzalez pretende comprar algumas ferramentas e financiar a educação dos filhos. Se sobrar, diz que vai comprar um Chevrolet Camaro usado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.