Supermercados perdem fôlego

VAREJO

, O Estadao de S.Paulo

28 de janeiro de 2009 | 00h00

Depois de ampliar em quase 9% as vendas no ano passado, a maior taxa real de crescimento em dez anos, o faturamento do setor deve desacelerar em 2009. Segundo a Abras, a receita neste ano deve crescer 2,5%. Aumento do desemprego, estabilidade de preços e menor ritmo de ampliação da massa de salários são fatores que explicam a mudança de rota. Mesmo assim, será um crescimento menor sobre anos de faturamento recorde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.