Supermercados: vendas crescem 6,20%

As vendas dos supermercados cresceram 6,20% em julho em relação a junho deste ano e caíram 3,77% em comparação a julho de 1999, segundo o Termômetro de Vendas, pesquisa divulgada por José Humberto Pires de Araújo, Presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Ele utilizou números descontando a inflação pelo Índice Geral de Preços (IGP-DI), da Fundação Getúlio Vargas (FGV). No acumulado dos sete primeiros meses do ano, a queda nas vendas é de 1,92%, comparado ao mesmo período do ano passado. No comunicado distribuído pela Abras, essa queda ocorreu, principalmente, pela expressiva alta do IGP-DI, índice utilizado para os cálculos. O IGP-DI, em julho, apresentou uma taxa de 2,26%, influenciada, em grande parte, pelos aumentos dos combustíveis e das tarifas de serviços públicos. O aumento dos preços desses produtos e serviços faz com que os consumidores sejam obrigados a transferir parte de sua renda, já comprimida, para os gastos com combustíveis e tarifas públicas, em detrimento do consumo, afetando, assim, negativamente as vendas do setor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.