Supermercados: vendas devem cair em maio

As vendas nos supermercados devem fechar o mês de maio com queda de até 4%. A informação é do presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), Omar Assaf. De acordo com Assaf, a queda nas taxas de juros, alongamento de financiamentos e aumento do salário mínimo seriam fatores preponderantes para manter o volume de negócios, o que acabou não acontecendo. "Ainda é cedo para saber o que provocou essa queda brusca", afirma. Em abril, as vendas nos supermercados paulista ficaram 9,88% acima das verificadas em idêntico mês de 1999 e subiram 4,1% em comparação a março deste ano. Apesar do recuo Assaf acredita que asvendas, em 2000, deverão ficar entre 4% e 5% superiores às do ano anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.