Suprema Corte cancela suspensão de venda da Chrysler à Fiat

Ativos da montadora americana irão para os italianos, em um processo de concordata acelerada nos EUA

Suzi Katzumata, da Agência Estado ,

09 de junho de 2009 | 20h57

A Suprema Corte dos EUA decidiu cancelar uma suspensão temporária da venda da Chrysler para a italiana Fiat SpA, encerrando um breve período de incerteza com relação a transação.

Veja também:

linkVeja detalhes do pedido de concordata da Chrysler

linkAcompanhe a trajetória da Chrysler até o pedido de concordata

linkConheça o perfil da montadora norte-americana

A Suprema Corte recuou da questão depois de conceder tempo adicional para considerar apelações movidas por vários fundos de pensão do estado de Indiana e uma coalizão de grupos de consumidores. A maior parte dos ativos da Chrysler poderá agora ser transferida para a Fiat, que vai assumir a companhia através de um processo de concordata acelerado que foi intermediado pelos governos dos EUA e do Canadá.

Logo após o anúncio, a Chrysler expressou "satisfação" com a decisão da Suprema Corte de cancelar a suspensão do negócio com a Fiat. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChryslerFiatconcordata

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.