Susep espera seguros mais baratos com novas normas

O presidente da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Armando Virgílio, acredita que os preços dos seguros no Brasil vão cair após a entrada em vigor das normas que regulamentam a abertura do mercado de resseguros. "Os preços vão cair. Pode não ser no curto prazo, mas, no médio e longo prazo eles vão cair. Acho que a partir de uns dois anos", disse.Segundo ele, uma das provas que o setor recebeu bem as mudanças é o fato de três grupos, sendo dois estrangeiros, já terem manifestado a intenção de se registrar na Susep como resseguradora local.Virgílio lembrou que, quando se começou a estudar o fim do monopólio do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB) no País, o mercado trabalhava com a possibilidade de se ter apenas três resseguradoras locais. Agora, o cenário prevê uma concorrência muito maior, com cerca de seis resseguradoras atuando como locais.As novas regras aprovadas no início da semana já estão em vigor, mas, as seguradoras têm até meados de abril para se adaptar e se registrar na Susep como resseguradoras. Atualmente, o órgão tem 80 seguradoras listadas.O executivo defendeu que o pólo de resseguros seja criado no Rio de Janeiro, onde já estão o órgão regulador do setor, a única resseguradora do País, o IRB, e a grandes empresas, como a Petrobras e a Vale do Rio doce. Para que esse pólo seja instalado no Estado, seria preciso, segundo ele, um edifício para a concentração das companhias resseguradoras e benefícios fiscais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.